Cães

Bullmastiff – conheça tudo sobre a raça

bullmastiff

O Bullmastiff (ou Bulmastife) é o resultado do cruzamento entre um Bulldog e um Mastife realizado no século XIX na Grã-Bretanha. Esta raça foi criada especialmente para servir como cão de guarda de grandes propriedades, devido a sua potência, porte gigante e força.

O Bulmastife pertence a segunda seção do grupo 2 dos grupos de raças de cães, de acordo com a F.C.I. (Federação Cinológica Internacional), que corresponde ao grupo dos “cães de tipo Pinscher e Schnauzer (seção 1), Molossóides (seção 2) e Cães de Boiadeiro Suíços (seção 3)”.

Bulmastife-exercicio

Características físicas dos cães da raça Bullmastiff

Os Bullmastiffs são considerados cães de porte gigante: as fêmeas da raça podem atingir de 61 a 66 cm de altura de cernelha e peso que varia de 40 a 50 kg; já os machos, naturalmente maiores que as fêmeas, atingem de 64 a 68 cm de altura e peso entre 50 a 60 kg.

bulmastife-filhote

Os cães Bullmastiffs possuem um cabeça larga, forte, quadrada e enrugada. Seu focinho é também quadrado e curto, podendo inclusive apresentar os sintomas da Síndrome Respiratória Braquicefálica, comum em cães de focinho mais curto. Os olhos do Bullmastiff são médios e a coloração varia entre castanho escuro e avelã. Possuem orelhas pequenas em forma de “V”, inseridas no topo da cabeça, bem separadas entre si e de coloração mais escura que o restante do corpo.

O Bulmastife possui um corpo imponente, forte, com musculatura saliente e peitoral largo. Seus membros também são fortes e musculosos.

A pelagem do Bulmastife é curta e áspera. As colorações aceitas para a raça variam entre qualquer tom de rajado, vermelho ou fulvo, desde que sejam puras e nítidas. Uma pequena marca branca no peito é admitida. No focinho, possuem uma máscara preta que também contorna seus olhos.

Temperamento da raça Bulmastife e dicas para a sua criação

O Bulmastife é um cão ágil, resistente, equilibrado e imponente. Muito vigilante, é corajoso e fiel a sua família, sendo considerado um excelente cão de guarda e também cão de companhia. Devido ao seu porte e ao seu temperamento equilibrado e obediente, o Bulmastife é utilizado com frequência como cão policial e militar.

Apesar de ter uma aparência um tanto assustadora, o Bullmastiff é uma raça completamente encantadora, mansa e que adora interagir com crianças e outros animais de estimação, desde que seja educado e acostumado com isso – exige socialização. Para evitar desvios de comportamento, este cão necessita de um treinamento/adestramento precoce e firme, pois como já dissemos, é um cão protetor, corajoso, destemido e dominador.

Como é considerado um cão gigante, a vida em um apartamento é muito prejudicial para a saúde física e mental do Bulmastife. Este animal necessita de espaço e de exercícios diários, porém não muito intensos. Algumas caminhadas durante o dia já são suficientes. Como a maioria dos cães de focinho curto, não tolera exercícios nos horários mais quentes do dia e sob a exposição Solar – é intolerante ao calor. Portanto, procure passear com seu Bullmastiff nos horários mais frescos do dia, de manhãzinha ou final da tarde e início da noite, principalmente no verão. Por esta mesma razão, o Bullmastiff não deve permanecer em ambientes abertos e sem proteção ao Sol e ao calor, mesmo que seja no quintal dentro de casa. Certifique-se de que haja um local fresco na casa para que o seu cão sempre se abrigue nos horários mais quentes e também para que se proteja do frio e da chuva.

bulmastife-rajado

Por possuir uma pelagem curta, escovações semanais são suficientes. Não é um cão que costuma perder muitos pelos pela casa. Os banhos deverão ser dados sempre que necessário. Suas dobras necessitam de uma maior atenção, pois deverão ser limpas com grande frequência.

Expectativa de vida do Bulmastife

Um cão da raça Bulmastife (ou Bullmastiff) vive em média de 10 a 12 anos.

Algumas doenças e problemas de saúde comuns em cães da raça Bulmastife ou Bullmastiff

Os cães Bullmastiff são animais muito resistentes, entretanto podem apresentar alguns problemas de saúde comuns à sua raça ao longo da vida.

bulmastife-doenças-comuns

Listaremos abaixo alguns deles:

  • Síndrome Respiratória Braquicefálica: como já dissemos anteriormente, por possuírem um focinho curto e achatado como o do Bulldog, os Bulmastifes podem apresentar alguns sintomas da Síndrome Respiratória Braquicefálica ao longo da vida, como a hipoplasia traqueal, dificuldade em respirar, emissão de ronco ao respirar e hipertermia. Para saber mais sobre a Síndrome Respiratória Braquicefálica, clique aqui.
  • Displasia coxofemoral: este problema ortopédico é comum em cães de raças grandes e gigantes; ocorre quando a cabeça do fêmur não se encaixa corretamente ao quadril, o que leva a um desgaste da articulação e perda de função. Para saber mais sobre a displasia coxofemoral dos cães, clique aqui.
  • Obesidade: os Bulmastifes possuem tendência à obesidade. Dessa forma, é importante que recebam, desde filhotes, uma alimentação de qualidade e balanceada, além de praticarem exercícios, para manterem o seu peso ideal. A obesidade pode ocasionar outros graves problemas de saúde, como diabetes, problemas de pressão, problemas cardíacos e problemas ortopédicos, como a displasia coxofemoral e a displasia de cotovelos, que também é comum em Bulmastifes.
  • Hipotireoidismo: causado por uma deficiência do hormônio produzido pela glândula tireóide, este distúrbio pode levar a infertilidade, obesidade, falta de energia e problemas de pele.
  • Entrópio: este problema oftálmico, que geralmente ocorre após os seis meses de idade, faz com que a pálpebra vire para dentro, e os cílios acabam irritando ou ferindo a córnea do cão. Um ou ambos os olhos podem ser afetados. Cães acometidos por este problema, costumam esfregar seus olhos em excesso devido a irritação e apresentam lacrimejamento recorrente.
  • Estenose Sub-aórtica: neste quadro cardíaco, a aorta se estreita abaixo da válvula aórtica, forçando o coração a trabalhar mais para fornecer sangue ao corpo. Esta condição pode causar desmaios e até morte súbita. É uma doença hereditária normalmente diagnosticada por um cardiologista veterinário após um sopro cardíaco ter sido detectado.
  • Dilatação Gástrica associada à Torção: a dilatação aguda do estômago associada à torção é um quadro extremamente grave e ocorre mais frequentemente em cães de raças gigantes, como por exemplo o Bulmastife.

Se você está considerando obter um filhote de Bullmastiff, encontre um bom criador da raça, que lhe apresente certificados de isenção das principais doenças genéticas da raça, como por exemplo as doenças ortopédicas (displasias de quadril e cotovelos) e também oftálmicas. É importante também que o criador lhe mostre as condições de saúde dos pais dos filhotes. Alguns problemas de saúde não aparecem até que um cão atinja a maturidade completa; por esta razão, alguns certificados de isenção de doenças não são emitidos para cães com menos de dois anos de idade. Procure um criador que não reproduza seus cães até que tenham dois ou três anos de idade.

Com estas dicas esperamos que você encontre o seu Bullmastiff tão desejado e que ele tenha saúde, qualidade de vida e encha sua vida de alegria!

cachorros-bulmastife-filhotes

Previous ArticleNext Article