Exitem os grupos de raças caninas, mas para facilitar a sua pesquisa e visualização, iremos mostrar todas as raças de cães por ordem alfabética! Hoje existem diversas associações de cães mundiais que reconhecem as principais raças. A American Kennel Club , por exemplo, utiliza como critério ter uma quantidade considerável de cães da raça distribuídos pelos Estados Unidos e também é necessário comprovar a existência de um clube de criadores responsável dentro do país. Confira abaixo as principais raças reconhecidas mundialmente.

Confira abaixo a lista completa de raças de cães por ordem alfabética

A

B

C

D

  • Dachshund
  • Dálmata
  • Dandie Dinmont Terrier
  • Doberman
  • Dogue Alemão
  • Dogue ou Dogo Argentino
  • Dogue Canário
  • Dogue de Bordeaux

E

F

  • Fila Brasileiro
  • Fox Terrier (Pêlo Duro e Pêlo Liso)
  • Foxhound Inglês

G

H

J

  • Jack Russel Terrier

K

L

M

N

  • Norfolk Terrier
  • Norwich Terrier

O

P

  • Papillon
  • Pastor Alemão
  • Pastor Australiano
  • Pastor Belga
  • Pastor de Brie
  • Pastor dos Pirenéus de Cara Rosa
  • Pequeno Cão Leão
  • Pequinês
  • Perdigueiro
  • Pinscher miniatura
  • Pitbull
  • Podengo
  • Poodle
  • Pointer
  • Pug

R

  • Rhodesian Ridgeback
  • Rottweiler
  • Rough Collie

S

T

  • Tamaskan
  • Teckel
  • Terra Nova
  • Terrier Australiano
  • Terrier Escocês
  • Terrier Irlandês
  • Terrier Japonês
  • Terrier Negro Russo
  • Terrier Norfolk
  • Terrier Norwich
  • Terrier Tibetano
  • Tosa

W

  • Weimaraner
  • Welsh Corgi (Cardigan)
  • Welsh Corgi (Pembroke)
  • West Highland White Terrier
  • Whippet

X

  • Xoloitzcuintli

Y

 

 

porte das raças de cães

Como se classifica uma raça de cachorro

Agora vamos explicar melhor algumas coisas sobre as raças caninas. Segundo o Professor R. Triquet, uma raça de cão se caracteriza por um conjunto de indivíduos que apresentam características comuns entre eles que são geneticamente transmissíveis mas que os distinguem dos outros representantes de sua espécie. Segundo o professor, “a espécie provém da natureza ao passo que a raça provém da cultura do quadro da cinofilia”. Por isso que criadores conseguem criar novas raças, mas não conseguem criar uma nova espécie. Nos últimos 50 anos, o número de raças reconhecidas pela FCI  (Federação Cinológica Internacional) praticamente triplicou, respondendo às exigências cada vez maiores dos criadores de cães.

As características mais comuns para distinguir cada raça são: o nome de origem do cão, seus outros nomes usuais eventuais e as variedades, informações sobre seu comportamento, seu temperamento, educação e essencialmente seu padrão. O padrão menciona a origem da raça, as diferentes variedades admitidas, a aparência geral, os aspectos e formatos da cabeça, do pescoço, do corpo, das patas e da cauda.

Outro aspecto a ser levado em consideração na separação de raças é quanto ao seu porte ou categoria. Existem raças que pesam 1 quilo ou menos, como o Chihuahua, enquanto outras raças, como o Dogue Alemão, podem ultrapassar facilmente os 100 quilos. Esta separação é bem simples e leva em consideração o peso médio da raça.

  1. Raças Pequenas: menos de 10 quilos
  2. Raças Médias: de 10 a 25 quilos
  3. Raças Grandes: de 25 a 45 quilos
  4. Raças Gigantes: acima de 45 quilos