Categoria: Banco de Sangue

Assim como os humanos, cães e gatos podem precisar de transfusões de sangue. Animais com alguns tipos de câncer, anêmicos, ou que sofreram algum trauma, como quedas e atropelamentos, normalmente são os que mais necessitam de transfusão de sangue.

E como funciona um banco de sangue veterinário?

O processo em um  banco de sangue veterinário é semelhante a um banco de sangue humano, desde a obtenção dos doadores, a realização de exames para diagnosticar doenças contagiosas, o armazenamento das bolsas de sangue e a entrega para outras clínicas e hospitais do segmento veterinário.

Como é a triagem para as doações de sangue nestes bancos?

  • – Cães com idade entre 1 a 8 anos, que apresentem peso superior a 25 quilos, que não passaram por processos cirúrgicos recentes e que estejam saudáveis (exames para doenças contagiosas negativos, vacinas e vermifugação em dia e comprovadas), estão aptos a doar sangue. Os tipos sanguíneos dos cães são divididos em DEA 1 (DEA 1.1, 1.2 e 1.3), DEA 3, DEA 4, DEA 5 e DEA 7.
  • – Gatos com idade entre 1 a 8 anos, que apresentem peso superior a 4,5 quilos, que não passaram por processos cirúrgicos recentes e que estejam saudáveis (exames para doenças contagiosas negativos, vacinas e vermifugação em dia e comprovadas), estão aptos a doar sangue. Os gatos apresentam os tipos sanguíneos A, B e AB.

Veja abaixo estabelecimentos do setor pet que oferecem os serviços de banco de sangue e transfusões:

keyboard_arrow_up